Home Por Dentro A AAA alerta sobre os perigos de dirigir intoxicado

A AAA alerta sobre os perigos de dirigir intoxicado

120

UMA NOVA PESQUISA DA AAA sugere que os usuários de álcool e maconha (não necessariamente ao mesmo tempo) costumam ser alguns dos motoristas mais perigosos nas estradas. De acordo com a pesquisa, os motoristas que consumiram maconha e álcool em um período de 30 dias eram mais propensos a se envolver em comportamentos de risco como, excesso de velocidade, mensagens de texto, cruzar o sinal vermelho intencionalmente e direção agressiva.

“Independentemente de saber se a maconha é legal ou prescrita, dirigir sob a influência da droga é ilegal e extremamente perigoso”, disse Mark Jenkins, porta-voz do AAA–The Auto Club Group. “Embora alguns motoristas pensem que a maconha os torna melhores motoristas, pesquisa mostra que pode inibir a concentração, diminuir os tempos de reação e turvar o julgamento em caso de uma emergência.

A Fundação AAA para Segurança no Trânsito descobriu que os motoristas que usam maconha e álcool eram significativamente mais propensos a dirigir sob a influência do álcool do que aqueles que só bebem álcool, mas não usam maconha. Esses motoristas foram identificados como alguém que consumiu álcool e usou maconha nos últimos 30 dias e, em alguns casos, podem ter usado os dois ao mesmo tempo. Eles também se envolvem em vários outros comportamentos perigosos ao dirigir, muito mais do que os motoristas que se abstêm de beber ou usar maconha. Em comparação com os usuários que usam apenas álcool, os motoristas que admitiram usar ambas as drogas eram mais propensos a relatar comportamentos como:

♣ Excesso de velocidade em ruas residenciais (55%) vs. somente álcool (35%)
♣ Direção agressiva (52%) vs. somente álcool (28%)
♣ Passagem intencional na luz vermelha (48%) vs somente álcool (32%)
♣ Mensagens de texto enquanto dirige (40%) vs. somente álcool (21%)

De acordo com dados do governo, álcool e maconha são as drogas mais amplamente usadas nos Estados Unidos – 139,8 milhões de pessoas com 12 anos ou mais relataram ter consumido álcool no mês passado e 43,5 milhões relataram uso de maconha no ano passado.

Até hoje, 16 estados e Washington, D.C., legalizaram a maconha para uso recreativo e em 2021, 15 legislaturas estaduais estão considerando projetos de legalização da maconha medicinal ou para uso adulto.

Por meio da pesquisa da AAA Foundation, a AAA está trabalhando para educar e trabalhar em colaboração com as partes interessadas em segurança para reduzir o impacto de acidentes de trânsito relacionados com o uso de drogas.