Home Test Drive Mini Cooper SE

Mini Cooper SE

Elétrico, pequeno e ligeiro

71

O MINI COOPER foi lançado no mercado em 1959, com o modelo clássico, quando Sir Alec Issigonis desenhou o primeiro modelo para a British Motor Company (BMC), surgindo assim o Austin Seven e o Morris Mini-Minor. Uma das razões desse projeto foi por causa da crise do canal de Suez, quando o preço do petróleo subiu muito e os britânicos precisavam de um carro menor e mais econômico. O resto é história

O Mini Cooper é um dos hatchback que mais agrada. Graças ao seu DNA da BMW, tem muitos pontos positivos para considerar. O Mini também evoluiu de um carro barato para um minicarro esportivo e quase luxuoso, com acomodações interiores de alta qualidade.

Assim, há uma grande razão para gostar do Mini Cooper.

Mas esse Mini é diferente, é elétrico. Na carroceria, rodas de liga leve, faróis arredondados LED diurnos, lanternas também amendoadas com detalhes cromados com padrão Union Jack

No interior, o Mini traz sistema de multimídia Mini Connected Navigation Plus que inclui o áudio. Ainda no interior, sistema para carregar o telefone e Apple CarPlay, Active Driving Assistant, bancos da frente com aquecimento, entre outros extras, dependendo do modelo escolhido.

O sistema elétrico desse veículo dirige as rodas dianteiras com 181cv (135KW), convencionalmente alimentado.

Graças a um espaço para carregar a bateria em forma de T, não se perde muito lugar no interior.

O Mini Cooper é realmente divertido, esportivo e pelo tamanho, fácil de estacionar.

Ficha Técnica
Motor:
Permanent-magnet synchronous AC, 1 199 lb-ft; 28.9-kWh lithium-ion battery pa
Potência: transmissão automática de 1 marcha, 181 HP, 199lb/ft de torque. Vai de 0 a 60 mph em 6,9 segundos
Economia de combustível: 108/114/100 MPG e combinados cidade e estrada
Autonomia da bateria: 110 milhas
Preço: de $29,900 a $37,750