Home Rodando por Aí Rodando por aí…

Rodando por aí…

115

Por João Mendonça – ESPECIAL PARA A SOBRE RODAS

ULTIMAMENTE NÃO TENHO rodado muito devido a tantos projetos em andamento. Sempre estou de olho em boas oportunidades e quando aparece uma e a grana que tenho no momento combina, não deixo passar essa oportunidade mesmo sabendo que levarei alguns meses para começar um novo projeto. Atualmente tenho 2 motos para terminar, 2 em andamento e 3 a começar, e mesmo assim, a cada edição tento trazer uma nova aventura para compartilhar.

Dessa vez, eu vou dar uma dica de um Grupo do Facebook criado por um irmão motociclista de Ohio, Jeremy Buechner, onde você irá encontrar as melhores rotas dos Estatos Unidos.

O grupo “Twisted Asphalt Riders” foi criado para compartilhar as melhores estradas para motocicletas, suas aventuras, lugares imperdíveis ao longo dessas estradas e paradas em restaurantes locais pelo caminho . Não existe melhor forma de explorar essas estradas em duas rodas e você irá encontrar muitos detalhes que não imaginaria existir se tivesse ido em quatro rodas.

Aqui são algumas dicas que você ira encontrar nesse grupo:

Conhecida como “Devils Rock”, a Highway 65 na Virginia entre Clinchport e Fort Blackmore é uma estrada sinuosa. Para o passeio ficar ainda melhor, continue seguindo a 65, depois vire para o norte na Highway 72 e para o oeste na 646. Isso o levará a Wise, onde há um ótimo lugar para se hospedar chamado “The Inn at Wise”. Há muitas estradas de conexão bem sinuosas na área.

MOHAWK TRAIL / RT. 2 Massachusetts. Correndo para o leste de North Adams em direção a Greenfield e à I-91, essa rota tem nome de guerra usado nos ataques contra assentamentos indígenas Algonquin, ao longo do Vale do Connecticut River. A Trilha Mohawk (Rota 2) era uma das primeiras rodovias cênicas do país, melhoradas e pavimentadas já em 1914, como parte de um grande esforço do estado para atrair turistas sem dinheiro para este cinturão de fazendas da Nova Inglaterra. Se você estiver dirigindo um veículo sobrecarregado ou com potência insuficiente, você apreciará a emoção e os riscos de estourar o radiador que antes ocorriam no lento zigue-zague ao redor da chamativa Curva em Grampo no limite do Cume Ocidental. A curva é tão fechada que as placas insistem em um limite de velocidade de 15 mph (24 km / h), e as pessoas que não cumprem as regras provavelmente se verão gritando quando passarem os turistas no simpático Golden Eagle Restaurant (1935 Trilha Mohawk).

Importante: conduza sempre com atenção, respeite as regras do trânsito, e além de tudo, os outros motoristas. Observe as recomendações do fabricante para a manutenção de sua motocicleta. A manutenção periódica é um requisito para que tudo permaneça em ordem e com segurança. Sempre use capacete e todos os outros acessórios, para que você tenha uma aventura confortável e segura. Curta a liberdade!

Até a próxima aventura… fui.

Se você tiver alguma recomendação ou sugestão de destino, mande um email para joao.c.mendonca@hotmail.com